1 de novembro de 2010

Paixão...

Nasceu do improvável
do inacreditável
rodeada do nada,
no obscuro da alma!
És meu vicio!
Meu sonho impossível!
Moras nas entranhas do meu ser
na casa vazia do sentir
num tempo perdido…
do que não volta mais!
Ultrapassamos a razão
o improvável
o desejável
o pecado
a barreira dos limites do irreal!
Estendemos as mãos
e tocamos no sonho…
abrimos as almas
desvendamos mistérios
jogamos na incerteza
e apostamos na loucura!
Simplesmente…
amamos os corpos
num singelo toque de emoção!

8 comentários:

Hélio disse...

Algo 'demo'niaco... mas um dos melhores poemas que li por aqui... :)

Beijos!

Sus disse...

Hélio,
A inspiração nem sempre está no seu melhor... mas às vezes a memória de algo verdadeiramente fascinente consegue essa magia!

Beijos! ;-)

chrysaliis disse...

:) andei ausente em trabalho, precisamente quando abriste as tuas portas :)

E já valeu a pena reencontrar-te só para ouvir este Sleeping Sun cantado pela Tarja.

Welcome back ;)

Beijinho

Uma boa parte de mim disse...

Só hoje aqui cheguei. Já ando por aqui. :)

Sonhadora disse...

Minha querida

jogamos na incerteza
e apostamos na loucura!
Simplesmente…
amamos os corpos
num singelo toque de emoção!

Como eu sei do que falas...apenas desejamos.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Sus disse...

Chrys,

Bem vinda também ao meu novo espaço! :)

Beijooooooo

Sus disse...

M.

Estarei sempre por aqui, e peço desculpa por não visitar tanto o teu sol.

Beijos!

Sus disse...

Sonhadora,
É, escolheste precisamente a parte mais forte do poema. :)

Beijinho

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...