17 de novembro de 2010

Desejo!

Leva-me daqui para um refúgio só nosso!
Leva-me a passear pelos sonhos que ainda não vivi!
Shiiiu… não digas nada…
deixa-me apenas repousar no teu abraço!
Não tenhas pressa…
fica apenas à distância do meu olhar,
no pequeno espaço dos meus lábios!
Não peças mais que o hoje…
dá-me apenas a tua mão,
e deixa-me sentir o calor da tua alma,
a força com que bate o teu coração!
Shiiiu… escuta o som do silêncio…
que se desenha no mais fundo do nosso olhar!
Deixa que a natureza se espreguice lentamente…
e nos envolva num suspiro de emoção
largada ao vento…
Deixa que o universo nos ensine o caminho
em passos certos… um a um…
num suave acordar...
Olha-me simplesmente…
E deixa-me acariciar o teu desejo!

3 comentários:

Malu disse...

Angel, somente são extremamente sensíveis os solitários... os demais são sensíveis.
Vejo-te em grande solidão, cheia de desejos de um amor que te faça feliz.
Um beijinho, amiga

Tethys disse...

Sinto esta ventania de palavras... vêm todas na minha direcção...
Se é isso que sentes, apesar de experiências diferentes, sintimos o mesmo...

Gostei de me sentar aqui e apreciar o teu blog... como posso fazer para me tornar seguidora?

Um beijinho
Tethys

A Palavra Mágica disse...

Sus,

Este poema mostra que a personagem não está com as portas fechadas. Sendo assim, pode ser que em breve ela ouça:

Vamos Fugir
(Gilberto Gil)

"Vamos fugir!
Deste lugar
Baby!
Vamos fugir
Tô cansado de esperar
Que você me carregue...
Vamos fugir!
Pr'outro lugar
Baby!
Vamos fugir
Pr'onde quer que você vá
Que você me carregue...
Pois diga que irá
Irajá, Irajá
Prá onde eu só veja você
Você veja a mim só
Marajó, Marajó
Qualquer outro lugar comum
Outro lugar qualquer...
Guaporé, Guaporé
Qualquer outro lugar ao sol
Outro lugar ao sul
Céu azul, céu azul
Onde haja só meu corpo nú
Junto ao seu corpo nú..."

Beijos!
Alcides

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...