27 de janeiro de 2011

Pelo caminho da saudade...

Na beira da estrada,
a alma grita em agonia
desassossegada,
pela ausência, pela falta…
Do acetinado toque dos teus dedos
que em silêncio se entrelaça ternamente,
que desenhando novos traços curvilíneos,
terminam num abraço que reconforta!
Perdida no brilho do teu olhar puro e doce,
que toca o meu coração de mansinho,
percorre cada canto do meu corpo
um singelo arrepio inimaginável!
E num assalto inesperado de desejo
a tentação invade o caminho da imaginação
ao escutar um sussurro leve e suave
cantado baixinho ao ouvido,
onde de olhos fechados,
ecoa como uma melodia sem fim!
Explodem sorrisos intensamente partilhados!
Embriaga-se o espírito na fusão das memórias
das emoções conhecidas e desconhecidas
que se fundem em suspiros de ternura!
E é como um raio de sol,
que acaricia uma manhã de primavera
o som da lembrança profundamente sentida
do calor daquele beijo demorado
que como por magia acordou todos os sentidos
unindo os corpos e as almas!

3 comentários:

Secreta disse...

...a alma grita em agonia...
E provoca uma dor imensa, essa ausencia.

Moonlight disse...

Querida Sus,

São trilhos que temos forçosamente que atravessar.
Deitamnos abaixo momentaneamente mas fazem sempre sermos mais fortes para continuarmos o caminho de novo.

Bjinho cheio de luar

Malu disse...

Cada dia um novo caminho, amiga, e nem sempre fácil...
Trilhos ora largos e transponíveis; n'outras vezes estreitos e indesejáveis.
Deixo-te enorme abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...