14 de janeiro de 2011

Uma ferida que doi!

Um sonho…
Sonhado
vivido
cantado
terminado!
Rasgado pelo tempo!
Desfeito pela ilusão!
Jogado ao vento!
Perdido
entre os dedos
como areia fina…
Calado para sempre!
Fechado
nas entrelinhas das palavras…
Proferidas
doridas na alma
confessadas
arrancadas sem pudor!
Expostas como uma ferida
aberta
massacrada
pisada
a frio
sem dó nem piedade
e sem anestesia!
Um grito que se libertou!

2 comentários:

Uma boa parte de mim disse...

Uma ferida que dói, que sangra, mas que sara. A cicatriz será parte do processo de cura.

Luz disse...

Amiga,
Há sempre um dia em que essa dor, essa ferida tem de soltar-se num grito libertador mesmo no meio de muita dor..., mas o caminho para o renascimento é esse!

Bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...