30 de junho de 2011

Dá-me apenas a mão!

Silenciosa e lentamente...
Deixa que o vento sopre... provindo das profundezas do ser
onde as searas me cheiram ao sabor dos teus beijos
de uma memória esquecida, inventada…
Toca-me levemente…como o desabrochar de um botão de rosa!
Pousa apenas a tua mão na minha, fecha os olhos...
e deixa-me conduzir-te pelos silêncios do nosso olhar!
Segura-me pela cintura... numa conquista silenciosa
onde sinto o toque de um abraço… leve, solto, apertado…
justo entre o espaço que cabe dentro das minhas mãos!
Desliza comigo nas sombras da fantasia… onde habitam
apenas os gemidos e os suspiros de uma alma sem fôlego!
Deixa que os corpos cantem... a música do nosso amar!
Num tom baixinho… sussurrando… flores, borboletas, beijos
em palavras não faladas, despe delicadamente
o manto estrelado do coração, e mostra-me as cores,
os sabores e os odores com que o visto!
Teu rosto colado ao meu... à fina distância de um roçar de lábios,
teus braços envolvendo minhas curvas, num entrelaçar intenso
de pernas ... onde se rodopia ao sabor do vento….
onde os sons dos pássaros assobiam no tom da tua voz!
Onde fico presa como uma bola de sabão
entre os lábios dos teus sonhos… na planície da tua alma,
percorro veredas verdejantes com a ponta dos meus dedos
entre vales e montes de uma terra ainda por descobrir…
Dança comigo!… Cada passo, riscado, traçado incerto
que o teu olhar meigo desenha nas minhas curvas
nos segundos sorvidos pelo tempo, onde fecho os olhos
e me abandono a ti… sente… sinto… sente-me…

3 comentários:

Lost Soul disse...

vive-te enquanto e ainda tens o dom de te sentir....acredita!


beijo

A.S. disse...

É aqui o prazer exacto,
o fulgor do desejo,
a carícia impura,
onde a língua tem sabor a sal
e o vício acende
o corpo do poema.


Beijos meus!
AL

Malu disse...

Estes poemas sempre intensos e carregados de amor e sedução.
Sempre belos, minha amiga!!!
Grande abraço, sempre

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...